Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘crente’

Outro dia eu estava indo pra casa da namorada, cumprindo com minha procissão costumeira, isto porque minha dama mora a dois municípios de distância de mim e eu tenho que, LITERALMENTE pegar uma estrada toda vez que nos vemos, quando parei num sinal no meio do caminho. Na maior parte do caminho até a casa dela não existem muitos sinais e este é o maior benefício de dirigir numa estrada: o trânsito é sensivelemnte menos caótico (algo absolutamente maravilhoso na região campeã em maus motoristas no mundo: o Grande Recife).

O fato é que ao parar no sinal avistei de longe quele grupo de pessoas reunidas ao lado do semáforo propriamente dito, rápida olhada, todos vestidos de branco, ou eram de um grupo promovendo a paz no trânsito ou eram um grupo de crentes arrecadando uma grana pra comprar um lote no céu, torci cá com os meus botões que fosse mesmo uma campanha do DETRAN e fiquei de butuca olhando por cima do retrovisor externo. Uma segunda olhada e percebo que o grupo era composto 97,3% por mulheres que trajavam saias compridas e usavam cabelo preso, não trajavam sequer um acessório, maquiagem ou qualquer outra coisa que sugerisse que aquelas pessoas possuiam qualquer tipo de vaidade, queda da ficha: grupo de crentes.

O maior problema do grupo de crentes não é o olhar de “burn in hell” que eles mandam pra você quando você sacode a cabeça e diz que deixou os útimos trocados com os viciados do sinal anterior ou o fato de que sempre é um grupo desnecessáriamente grande, grande o suficiente para  que, caso um deles realmente não goste de você, possa siplesmente virar o seu carro e tacar fogo na sua bunda, e tudo o que você poderá fazer e implorar pra que eles façam com carinho. Não, absolutamente, a PIOR coisa que existe em relação ao grupo de crentes arrecadando dinheiro no sinal é o fato de que nas entrelinhas eles estão “vendendo a palavra de Deus”. É sempre a mesma parada: a mulher chega toda sorridente, entrega um santinho, você inocentemente pega um e então ela levanta a sacola e diz “A palavra de Deus”. Não sei vocês mas toda vez eu fico meu cabrero de negar e praticamente dizer, de uma maneira não-verbal “Ná, porra ninhuma, a pavra de Deus não vale nada não, pede pro cara alí atrás, ó, ele tem cara de otário…” sério, eu apesar de tudo tenho lá minha religiosidade e não gosto muito da idéia de ganhar um ticket “Free Blasphemy” no dia e cavar mais alguens centímetros pro inferno por causa de uma paradinha no sinal. Podem me chamar de anormal, mas eu realmente fico lá meio cabreiro.

Mas este dia foi especial, afinal eu tava lá de olho e pá, mas, sabe quando você se concentra tanto que você acaba viajando? Pois é, rolou comigo e quando eu menos esperava catuca no vidro do carro uma crente, eu acordo da minha viagem e olho pra ela, ela sorri fala alguma coisa (obviamente era “A palavra de Deus” mas eu resolvi conferir), baixei o vidro um pouco e ouvi “A palavra de Deus!” dou um sorriso meio amarelo e pego o santinho e, antes que eu pudesse dizer que tava sem grana, abre-se o sinal e eu ganhei um passaporte para a liberdade, joguei o santinho no banco do carona e só dei uma olhada por curiosidade quando parei de novo num sinal já bem longe dalí.

De um lado aquelas mensagens que TODOS esses santinhos têm.

Do outro…

2

Preciso dizer que eu ganhei meu dia ali e ri feito um maluco por mais de uma hora?

Ná…

Read Full Post »